sexta-feira, 10 de novembro de 2017

A CONFUSÃO


Eu já sabia que isto ia correr mal...

O tipo estava completamente embriagado e só queria armar confusão. Tentei impedir que entrasse, mas ele olhou para mim de alto e disse:

" Sabes quem eu sou? Sou amigo do gerente e posso fazer-te a vida negra..." e, nem de propósito, o gerente apareceu à porta nesse momento e deu entrada livre ao sujeito que me fez um gesto feio.

Estou habituado a gestos feios; fazem parte da vida que levo como segurança e não foi isso verdadeiramente que me aborreceu.

Foi ter aquele pressentimento de que a entrada daquele tipo ia complicar a noite.

E complicou... Há pessoas que não gostam de ser humilhadas, agredidas verbal e fisicamente.

Por isso, quando me chamaram, o tipo estava no chão com o nariz partido, copos e garrafas espalhados pelo chão e dois indivíduos seguravam um outro que gritava:

" DEIXA A MINHA NAMORADA EM PAZ! ACHAS QUE TE PODES METER COM AS MULHERES DOS OUTROS?"

CONTINUA


1 comentário:

Sofá Amarelo disse...

Uau, e que melhor começo, tem todos os ingredientes para ser uma grande e verdadeira história, se levarmos em linha de conta os acontecimentos que têm sido divulgados nos últimos tempos... uma entrada fulgurante e directa ao assunto... aguardemos pelo desenrolar...