quarta-feira, 25 de outubro de 2017

DESCOBERTAS - FIM




" Não sei o que pensas fazer, Joaquim, mas eu vou beber uma ginjinha ao mercado." sugere o Luis quando ficam sozinhos.

" Pensei que tinha deixado isso!" replica o ex-segurança.

" E deixei!" confirma o sócio " Mas este almoço foi dramático e pede medidas extraordinárias." explica.

" Então, vamos lá. Vamos deixar a Letícia em paz." concorda o Joaquim " Não sei o que se passa com ela. Ultimamente, tem estado de um mau humor tal que até os funcionários se estão a queixar."

Em breve, Letícia descobre a razão de tão " mau humor".  Está grávida e a notícia faz com que todos respirem de alívio e lhe perdoem os comentários injustos.

Entusiasmada com a ideia de ser mãe, lança uma nova linhas de bolos própria para futuras mães, chás de bebés e batizados.

Joaquim torna-se aborrecido de tanto falar no filho e o Luis exige ser o padrinho.

Quanto à Esmeralda, concretiza a sua ideia de bolos feitos com mel e ervas aromáticas e segundo o Luis diz, está a ter tanto sucesso que está a pensar em abrir uma casa de chá.

E, o Tadeu abre um novo bar em Lisboa.

O Luis só lamenta o triste destino do Jacinto.


FIM

 



 

2 comentários:

Sofá Amarelo disse...

Parece que esta história termina com um 'final feliz'... mas às vezes as coisas não são bem, e o que parece nem sempre é... excelente maneira de terminar "As Descobertas", depois de muito diálogo e muito suspense... gostei :-)

Sofá Amarelo disse...

Hummm, gostei deste começo, digamos, directo ao assunto... a despertar o interesse e a curiosidade do leitor. Porque nunca nos lembramos que se calhar às vezes era bom "desaparecer" e "reaparecer" noutro qualquer lugar... talvez isso "prolongasse" a vida, e prolongar a vida e as vivências é bom...