terça-feira, 4 de julho de 2017

THRILLER ERÓTICO



E se escrevêssemos um thriller erótico?” sugere o Jaime à Carolina enquanto jantam naquele restaurante sossegado na esquina.

Um thriller erótico?” repete Carolina surpreendida “ O que estás a sugerir exactamente? Tipo “Sombras de Grey?”

Não, nada disso. Um crime, um amor proibido... Sexo, paixão...” explica o Jaime.

Dança de varão, um clube de striptease... Um detective corrupto?” ajuda Carolina.

Jaime sorri e tira do bolso do casaco um pequeno bloco. Abre-o e escreve:

Clube de Striptease, dança de varão... Detective corrupto? Suborno? Drogas?“ propõe.

Uma dançarina exótica a seduzir um deputado?... Não, é muito banal!” desabafa Carolina. 

Jaime até gosta da ideia e contrapõe:

O tema é actual; basta leres o jornal!” e escreve “ pesquisar notícias sobre escândalos”.

Carolina fica pensativa uns minutos e depois concorda: 

“ É capaz de resultar... Mas temos muito que pesquisar... Não sei nada sobre a dança de varão!” confessa a rir.

Jaime ri também e o resto da noite é passada a discutir possíveis enredos.

CONTINUA

2 comentários:

Agostinho disse...

Nada melhor que um jantar para começar o thriller.
O pormenor das cores, cheiros e sabores: criatividade começa no prato, melhor dizendo, na cabeça do chef.

Bj

Sofá Amarelo disse...

Não faltam escândalos na classe política e "danças de varão" dançadas ao som de uma corrupção latente e quase consentida... eis um tema que tem cabimento, é actual e pode mexer com as consciências... além de poder mexer com outros sentidos...