quinta-feira, 11 de maio de 2017

A DISCUSSÃO - PARTE III


" E o estafeta? Sabe onde está que eu vou ter com ele? " insistiu o Fontes, fazendo com que a Cristina gritasse, exasperada.

" OH, FONTES...." mas o Sr Daniel, que chegou naquele momento, decidiu intervir e numa voz baixa, pediu:

" Cristina, ao meu gabinete, se faz favor." e esperou que ela entrasse para fechar a porta.

O resto do pessoal concentrou-se no trabalho e nem sequer se atreveu a fazer qualquer comentário.

A Cristina reapareceu dez minutos mais tarde, muito corada e muito nervosa. A Sofia ainda pousou a mão no braço dela, mas a Cristina abanou a cabeça.

O Fontes apareceu dali a uns minutos e teve também uma conversa à porta fechada com o Sr Daniel.

Quando pararam para almoço, a peça ainda não tinha aparecido, mas o dia de trabalho ainda não tinha terminado e segundo o site, a entrega seria feita até ao fim do dia.

O Fontes não voltou a falar sobre a peça com a Cristina e esta, quando questionada, apenas respondeu:

" O assunto está entregue ao Sr Daniel." e continuou a trabalhar calmamente. Como se nada tivesse acontecido, mas a Sofia sabia que ela estava furiosa.

CONTINUA

2 comentários:

Agostinho disse...

Aguardo o epílogo.
Não sei se devo pedir um jantarinho entre o pessoal da firma, para acalmar os nervos, se um combate de luta livre entre os dois desavindos.
A coisa promete.
Bj, Marta.

Sofá Amarelo disse...

O assunto adensa-se, envolto nas relações entre as pessoas que têm que conviver mesmo que não gostem ou não o queiram fazer... bem explícito aquilo que se passa em muitas empresas... real...